fbpx

O MELHOR INVESTIMENTO DA ATUALIDADE

Provamos que energia solar está rendendo mais que a renda fixa e também é muito mais segura que qualquer investimento.

Porque investir em Energia Solar Fotovoltaica?

A maior segurança x rentabilidade que existe no mercado

 Os sistemas de energia fotovoltaica podem ser considerados um investimento de baixo risco, pois a previsão da quantidade de energia a ser gerada pode ser feita com bastante precisão, a partir da análise histórica das condições climáticas e índices pluviométricos da região, juntamente com as informações da previsão do tempo hoje em dia, a energia solar já oferece rentabilidade superior à renda fixa. Sem dúvida energia solar oferece um interessante e lucrativo oportunidade de investimento para quem tiver capital disponível.

 Com rendimento em torno de 18% a 20% ao ano, ou seja 1,2% a 1,8% ao mês, o investimento em energia solar distribuída é altamente seguro, ao contrário dos investimentos financeiros que podem oscilar de acordo com o mercado. 

Qual o valor mínimo para investir?

Alta rentabilidade para o pequeno, médio e grande investidor.

 Os sistemas de energia fotovoltaica podem ser considerados um investimento de baixo risco, pois a previsão da quantidade de energia a ser gerada pode ser feita com bastante precisão, a partir da análise histórica das condições climáticas e índices pluviométricos da região, juntamente com as informações da previsão do tempo hoje em dia, a energia solar já oferece uma excelente rentabilidade e segurança.

 Um gerador residencial de 1,98 kWp tem seu valor de instalação de aproximadamente R$ 4.500,00. Geradores de 12,54 kWp (para pequenas empresas) Então o Preço mínimo da instalação de sistemas solares fotovoltaicos custam cerca de R$ 10.000,00.

Os sistemas também requerem uma área mínima de 30m² livre de sombras, onde os painéis serão instalados. Caso você more em apartamento deverá ter um espaço em algum telhado ou lote para instalação do sistema fotovoltaico.

Porque investir em Energia Solar é mais rentável e seguro que investir em Renda Fixa?

Exemplos comparativos entre Renda Fixa x Energia Fotovoltaica

 Bons investimentos precisam de análise dos dados e das vantagens e, por isso, é eminente a necessidade de comparação. No caso da energia solar versus renda fixa não é diferente. Os ativos de menos risco no mercado, como CDB, poupança e Tesouro, se comparados com a economia gerada pelos sistemas fotovoltaicos, revelam-se destoantes.

 Os investidores que desejam fazer uma aplicação de renda fixa disponíveis hoje, encontrarão opções como: A conhecida Caderneta de Poupança, CDBs, LCIs, LCAs, Fundos de investimentos e Títulos do Tesouro Nacional, o queridinho do momento.  Os índices do mercado do dia 11/01/18, onde o IPCA estava em 2,95% a.a, Selic 7% a.a, CDI 6,89% a.a e rendimento da Poupança é de 4,9% a.a.

Para o exemplo de cálculo da economia acumulada do sistema solar fotovoltaico, considere um sistema que custa cerca de R$ 25.000,00 e gera por volta de 500 kWh/mês, com uma tarifa cobrada pela concessionária de R$ 0,74/kWh com impostos. 

Agora ao comparar quanto o consumidor ganharia se investisse R$ 25.000,00 em renda fixa, comparando com a economia acumulada que o sistema fotovoltaico proporcionaria durante o mesmo período da aplicação. Em um sistema solar fotovoltaico, seu rendimento proporcionado pela economia energética anual seria próxima de R$ 4.293,00 por ano e ao longo de 25 anos sua taxa de retorno seria superior a 20% a.a, já considerando a perda de performance anual dos módulos fotovoltaicos.

Enquanto a renda fixa rende cada vez menos a energia solar está cada vez mais barata.

Imagine investir em algo que vai na contramão do mercado e mesmo diante das piores crises não ter nenhum prejuizo

Variação da meta da taxa Selic 2010-2020.

 O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), principal índice para medir a inflação também está em queda. Sua última publicação, referente a novembro de 2019, registrou um acumulado nos últimos 12 meses de 3,27%. O gráfico abaixo indica a variação mensal durante o Plano Real. No gráfico acima podemos observar que tanto a inflação quanto a meta da Selic vêm sofrendo quedas consecutivas nos últimos anos.

 Segundo pesquisa da Greener, realizada com instaladores em todo o Brasil, a instalação de energia solar fotovoltaica também acompanha essa queda, só que de maneira positiva. Para se ter uma ideia, o custo médio para instalação de uma usina com potência de 50 kWp era de R$7,00/kWp em junho de 2016. O último resultado da pesquisa, referente a junho de 2019, indica um custo médio de R$3,66/kWp, ou seja, uma redução de aproximadamente 48%, isso quer dizer que você poderá reinvestir o dinheiro maximizando ainda mais os seus resultados.

O único investimento imune as altas do dólar

Uma vantagem que qualquer investidor pagaria caro para ter

 Que o dólar influencia diretamente na nossa economia, todo mundo sabe. O que muita gente não sabe é que o dólar é também um dos vilões que contribuem para aumentar a conta de luz. O impacto da moeda americana pode elevar entre 3 e 9% os custos da eletricidade, principalmente das distribuidoras do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O motivo é a cota que essas empresas têm na Hidrelétrica de Itaipu, que é calculada em dólar.

Cenário de incerteza

 Além da eletricidade, o dólar é a moeda internacional que mais impacta os investimentos e os serviços. E o histórico não é favorável. Há tempos que a economia brasileira não atinge índices próximos ao da moeda americana. Pelo contrário, o ano começou com a desvalorização do real, o que só reforça o investimento em um retorno mais tangível, como o da energia solar.

O  baixo custo do ivestimento e o rápido payback garantem maior rentabilidade que qualquer outra aplicação de baixo risco.

Se você gosta de investimentos de baixo risco, a fotovoltaica é pra você 

 Um sistema fotovoltaico, de qualidade, tem boa durabilidade, alcançando quase três décadas de vida útil, enquanto o tempo de retorno do investimento em energia solar pode ser de apenas cinco anos. Ou seja, é possível usufruir dos benefícios do sistema fotovoltaico por um longo período de tempo depois de ele já estar pago e ao longo dos anos você não só vai economizar muito dinheiro como também terá acesso a esse dinheiro durante a vigência desses prazos.

O investimento em energia solar fotovoltaica tem excelente previsibilidade, uma vez que o sistema torna a sua conta de energia uma despesa com valor fixo (o valor mínimo praticado pelas concessionárias). Além disso, grande parte dos orçamentos já trazem o tempo esperado de payback do valor investido, ou seja, você fecha o negócio sabendo exatamente quando o seu investimento se pagará.

Energia Solar fotovoltaica é mais rentável e mais segura que investir em imóveis ou aluguel?

Se você pensa em investir em imóveis ou em fundos de imóveis, você precisa ler isso 

 Se você acredita que investir em imóvel com o sem o objetivo de aluga-lo é seguro, precisamos te alertar que a energia solar fotovoltaica também supera esse tipo de investimento, tanto no retorno e principalmente na segurança.

 A sazonalidade do aluguel e os períodos de crise impactam diretamente na rentabilidade dessse tipo de investimento, no aluguel você pode passar meses sem ter inquilinos, o que não acontece com a energia, pois até em períodos de crise, continua sendo utilizada da mesma maneira.

 Com a pandemia do Coronavírus muitos setores foram impactados e imóveis ficaram desocupados, pois as pessoas perderam seus empregos e tiveram que ir morar com parentes ou amigos. Mesmo diante desse cenário gasto energético dessas pessoas continuou idêntico, só que dessa vez ele se concentrou em menos unidades consumidoras, em outras palavras, não existe crise energética, já que esse é um recurso essencial pra vida humana.

Outras vantagens da Energia Solar Fotovoltaica

Estima-se que até o ano de 2050 ela será a fonte mais utilizada em todos os países

 Investir em energia solar implica, além do próprio investimento em dinheiro, em uma visão de futuro e preservação do meio ambiente. Já que, a energia solar é 100% limpa, sustentável, renovável e inesgotável além de ser a única solução para areas sem rede elétrica.

 O investimento em energia fotovoltaica oferece um ganho secundário ao investidor, o de valorização de até 6% do imóvel no qual o sistema é instalado. 

Atualmente, considerar o uso de energia solar fotovoltaica, tem o mesmo peso e seriedade que escolher materiais e acabamentos, fatores determinantes para o valor final do imóvel.

Inclusive, diversos municípios do Brasil já possuem políticas de incentivo, garantindo isenção de impostos — como no caso do “IPTU verde — para imóveis com sistema de energia solar e outras iniciativas sustentáveis.

Rentabilidade GARANTIDA por mais de 25 anos

Nenhum investimento de baixo risco além da energia solar pode te garantir isso.

 Ao analisar todas as modalidades de investimento, verifica-se que o investimento em energia solar sai a frente sendo o mais rentável do ponto de vista econômico e financeiro e sustentável.

 Investir em energia solar não tem risco, afinal só sobreviremos se o Sol continuar brilhando amanhã. Além de não ter risco ela também se mostrou mais rentável do que as principais opções de investimento com baixo risco disponíveis no Brasil. Investir em Renda Fixa está vulnerável à volatilidade do mercado. Além das questões políticas e econômicas do país. Apesar de ser considerado um investimento de baixo risco, na renda fixa sempre existe o perigo da perda total ou parcial do capital investido. 

Em um mundo com cenário político e econômico imprevisível, a energia fotovoltaica é uma tendência que, certamente, vai transformar o modus operandi da economia mundial. E você? Está preparado para colocar o seu dinheiro no lugar certo? 

Perguntas Frequentes

Respondemos as principais dúvidas sobre a Energia Solar Fotovoltaica

Quais dados são necessários para dimensionar um sistema fotovoltaico e ter um orçamento?
Se é residência ou empresa.

Se há fornecimento de energia elétrica no local.

Veja na sua fatura o consumo mensal em kWh, o enviei uma cópia da ultima fatura.

Voltagem (110V ou 220V)

Local da instalação (CEP e Cidade – UF)

Quantos painéis preciso para abastecer minha residência? E é possível instalar em apartamentos?
Depende do consumo do local, pois será somado a geração de energia dos painéis até chegar na energia necessária pro local. Ex: uma residência com consumo de 1300 kWh/mês utilizará cerca de 25 painéis e 50m² de telhado ou área para instalação.

Para apartamentos, apenas nas coberturas é possível instalar o sistema, pois precisa de espaço para instalação dos painéis.

Posso checar a produção de energia solar por aplicativos?
Sim, há modelos de equipamentos que ficam conectado à Internet e geram todas as informações do seu sistema de geração. Pode ser usado em computadores ou smartphone.
O que acontece se eu exceder na minha geração de energia? Gerar mais do que consumir.
O excedente vira créditos e pode ser utilizado em até 5 anos, ou transferido para outra unidade de consumo, desde que esteja no mesmo CPF ou CNPJ de onde há o crédito. Ex.: caso você tenha uma casa que consome 1000 kWh/mês e um apartamento que consome 500 kWh/mês, a casa pode gerar energia para os 2 imóveis. Desde que tenha espaço pros painéis, cerca de 70m², e ambos imóveis estejam cadastrados no mesmo CPF ou CNPJ. Neste caso o apartamento recebe os créditos excedentes gerados pela casa.
Se acabar a energia na rua, acaba na minha residência?
Nestes casos sim, pois estamos falando do sistema on grid, onde a energia gerada vai pra rede da concessionaria e volta em forma de créditos que são deduzidos da sua conta. Não há armazenamento de energia e este sistema é utilizado em praticamente todos os projetos onde chega energia da concessionaria.

Mas tem o sistema off grid, que não depende da concessionaria, pois armazena energia em baterias. Se quiser saber mais, solicite nosso consultor.

Solicite uma simulação

×